quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Como é que é?!

...se alguém se souber explicar como isto funciona, sou toda ouvidos!
É que se toda a gordurinha se alojar nas mamas, não saberia dizer que não!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Inteligência emocional

Hoje li um artigo sobre Inteligência Emocional, na revista Executive Digest e facilmente me apercebi qual é o ponto em que mais gravemente insisto em falhar!
Segundo o mesmo existem 5 chaves da inteligência emocional:
  1. Capacidade de reconhecer as próprias emoções;
  2. Capacidade de reconhecer as emoções alheias;
  3. Capacidade de controlar emoções;
  4. Capacidade de se automotivar;
  5. Capacidade de controlar as emoções.
Para cada um destes pontos chave, há uma explicação pormenorizada do que consistem. O que mais me chamou à atenção foi sem dúvida o ponto 4 "Capacidade de se automotivar". Passo a citar a explicação do mesmo:

"Um dos piores inimigos do êxito é a impaciência, a incapacidade de esperar gratificação pelo trabalho que estamos a realizar, a necessidade de o abandonar quando o consideramos entediante. Se somos vítimas da ansiedade, do mal-estar, do aborrecimento, dificilmente poderemos concentrar-nos adequadamente na tarefa que estamos a levar a cabo. Pelo contrário, se nos sabemos motivar, veremos o trabalho de forma agradável e não perderemos a calma durante o período de espera da gratificação. Isto permitir-nos-á ser muito mais eficazes em tudo aquilo que empreendamos e, evidentemente, muito mais felizes."

E é assim que vemos que não somos inteligentes emocionalmente...


Para mais informações sobre este tema recomendo o livro:
"Guia da Inteligência emocional"
por Lucrecia Pérsico
Editora Bertrand