Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2009

Magic (Love is...)

"Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto..."

William Shakespeare

O poder do olfato...

Imagem
Adoroooo um bom perfume.
Desde sempre tive o hábito de associar um determinado perfume a alguma pessoa ou até a um momento, é inevitável. Para mulher, um que adoro é o Cool Water, de Davidoff, para homem um que acho excelente é o Diesel (e há outros que agora não me lembro, porque sou péssima a decorar os nomes).
Acho mesmo que conseguem despertar sentidos, provocar sensações. E aqui falo, é claro, no poder que consegue ter o olfato.
Incensos, velas aromáticas, óleos corporais ou de massagem com aromas, ambientadores, etc., qualquer coisa consegue mudar logo o ambiente. Para uma noite especial, por exemplo, acho essencial utilizar este tipo de objectos, mesmo para uma noite em convívio com amigos, ver um filme, ou outra coisa qualquer, quando o intuito passa por relaxar, acho que recorrendo ao olfato vai ajudar imenso.
Isto acompanhado por uma boa música e temos o ambiente pronto :)

Abraço...

Imagem
Não sei se vão concordar comigo, mas considero o abraço um daqueles gestos que só se tem com quem realmente somos próximos. Um beijo, um aperto de mão, damos até a quem acabamos de conhecer, como forma de cumprimento, não um abraço. Um abraço reconforta, um abraço implica sentimento, implica toque, implica querer bem…
É daquelas coisas que não se consegue falsear (eu pelo menos não), não se consegue abraçar alguém sem qualquer sentimento, sem o querer.
Para mim, um abraço é como que dizer “estou aqui” e às vezes, confesso, não preciso de mais nada.


“...Bastou-me abraçar-te e senti-me a libertar. Por momentos não pensei em mais nada, só queria mesmo que aquela dor forte que sentia no peito a prender-me a respiração desaparece-se…e assim foi. Precisei de te sentir, precisei de me sentir protegida, precisei de ti…e tu estiveste lá. Obrigada por isso.”

The proposal...(the movie of course)

Imagem
Pois bem, no serão do passado domingo foi este o programinha: uma ida ao cinema!
A ideia inicial não era bem este filme, mas devo dizer que foi uma agradável surpresa. Fartei-me de rir :)
E para um filme que já estreou para ai há umas 3 semanas (penso eu), a sala estava cheia, nem disso estava à espera.
Sempre gostei da Sandra Bullock, acho-a uma excelente atriz, para além de ser uma mulher extremamente bonita e sensual. Digamos que o Ryan Reynolds não lhe fica, nada, nada atrás (nadinha mesmo :). Gostei de os ver a trabalhar juntos, deu um excelente resultado!
Recomendo o filme...

Hoje...

Imagem
Hoje estou em stand-by...Como que uma máquina que precisa do seu tempo para reiniciar.
Hoje não quero ter que pensar em nada em concreto...
Hoje apenas me vou deixar levar...

Aborreço-me só por pensar no porquê de estar assim quando sei que tenho tanto e que devia era dar graças por isso...
Detesto sentir-me assim, como que uma criança com medo do mundo, com medo de tudo.
E o mal está mesmo ai...em ter MEDO.
Vou tratar de o enjaular no que me parece prender de forma a que lá fique bem guardadinho, não o quero, nem para mim, nem para ninguém!

Sinto...

Imagem
...uma dor que não consigo controlar!

...sinto que estou aprisionada a qualquer coisa que me faz estar mal comigo e com a vida!
Sinto que isso me pode fazer perder o que de mais precioso tenho...
E não quero...
Já chega!!

O porquê das mulheres demorarem tanto tempo quando vão à casa de banho...

TUDO o que está descrito já aconteceu a QUALQUER mulher que conheçam...

O grande segredo de todas as mulheres a respeito da casa de banho é que,
quando eras pequenina, a tua mamã levava-te à casa de banho, ensinava-te a limpar o tampo da sanita com papel higiénico e depois punha tiras de papel cuidadosamente no perímetro da sanita.
Finalmente instruía-te: "nunca, nunca te sentes numa casa de banho pública!" E depois ensinava-te a "posição", que consiste em balançar-te sobre a sanita numa posição de sentar-se sem que o teu corpo tenha contacto com o tampo.

"A Posição" é uma das primeiras lições de vida de uma menina, importante
e necessária, que nos acompanha para o resto da vida. Mas ainda hoje, nos
nossos anos de maioridade, "a posição" é dolorosamente difícil de manter,
sobretudo quando a tua bexiga está quase a rebentar.

Quando *TENS* de ir a uma casa de banho pública, encontras uma fila enorme de mulheres que até parece que o Brad Pitt está lá den…

Como o tempo...

Imagem
Ora bem, cá estou eu em mais um daqueles dias, afinal de contas, nem é nada de novo tendo em conta que se têm tornado cada vez mais frequentes!
Era mesmo daqueles dias de ficar enroladinha no sofá, sem fazer nadinha de nada, apenas a ver todas as séries e mais algumas da tv e a dormitar!
Até acordei cheia de energia, deu-me uma de "fazer de dona de casa", passei a roupa toda a ferro, tratei do almoço, arrumei roupa e a cozinha...e só depois é que me apercebi que o que eu procurei, mesmo que insconscientemente, foi de um refúgio para me manter distraída de alguma coisa que não queria ter que pensar...
E na verdade, apercebo-me que continuo sem querer...

Hoje estou como o tempo...sinto que tenho aqui algures algumas nuvens que estão prestes a rebentar numa qualquer explosão! Continuo é sem perceber o que a origina, continuo é sem perceber porquê que insistem em se manter ali escondinhas prontas a atacar a qualquer momento...Continuo sem perceber porque que se mantêm cinzentas, qua…

Fim de semana

Imagem
Ontem fui até ao bingo. É verdade, confesso que foi a minha primeira vez e que é mesmo verdade o que dizem, custa muito :) E neste caso custou-me o dinheiro que me saiu do bolso e não ter ganho absolutamente nada, rien, nothing, niente...
E o mais estranho vai ser dizer-vos que quem lá estava a participar na minha primeira vez era o Fernando Rocha. É verdade...lá estava o homem a saltar de mesa em mesa, não cheguei a perceber porquê mas parece que também não lhe trouxe grande sorte ao jogo! O mesmo não se pode dizer dos amigos que fizeram várias vezes linha e até o bingo lhes saio (filhos da m.. de sortudos). Assim até eu saia de lá a contar anedotas...
Para além disso tudo, foi engraçado. Tenho a certeza que da próxima vez já não vai custar tanto (literalmente mesmo). :)

Hoje é noitinha de festival...oba oba.
Vamos para lá cedinho (pelo menos é essa a ideia), para aproveitar bem a coisa, petiscar e conviver com os amigos, tirar muitas fotos e curtir muito o som.
Se for como o ano passado,…

Casar ou não casar?!

Imagem
Há uma coisa que ultimamente me tem metido alguma impressão, talvez por o meu irmão se ir casar este ano, este tema tem vindo a ser mais falado.
Pois bem, porquê que sempre que comento isso com alguém as pessoas me dizem: "Ele que não faça isso..." (!?)
Isto vindo principalmente de quem já é casado é um bocado assustador...
Mas qual é então a grande diferença entre estarem a morar juntos e tomarem a decisão de se casarem?!
A responsabilidade, o compromisso, o respeito não são os mesmos?
A opção de morarem juntos, já por isso, é um grande passo, já é o quererem partilhar uma vida em comum, não percebo qual é o mal de se casarem...
O que é que pode mudar?!
Acho que o principal erro das pessoas hoje em dia é assumirem uma relação pensando à partida no seu fim. Já sei que devemos ser prudentes, mas se assim é, casam-se em Separação de Bens. Pronto, assim caso se divorciem as coisas já são mais simplificadas!!
Para além do mais, sei de casos de casais que se separaram depois de estarem a…

Paixões...

Vamos falar de paixões...
- Sou apaixonada por música. A qualquer momento, conforme o estado de espírito, é presença quase que constante. Inspira-me. Hoje lembrei-me de uma que já não ouvia há imenso tempo. Não é muito o meu género, mas lá está, é de momentos. Tem uma sonoridade que considero bastante sensual...Let me love you.

- Sou apaixonada por cinema. Gosto de assistir a um bom filme, que nos faça ficar a pensar na sua história, ou então que simplesmente que nos faça vir ao de cima diferentes emoções (alegria ou tristeza). Gosto especialmente daqueles com história baseada em factos verídicos. Um que adorei, Gladiador (assim como a sua banda sonora). Isto para não falar dos filmes que já faço na minha cabeça :) (só que desses nem sempre gosto). :)

- Sou apaixonada pela condução. É verdade. Gosto mesmo de conduzir. Então com a música bem alta, com muita estrada pela frente, sinto quase como se estivesse bem distante dali. É uma sensação de pura liberdade...

- Sou apaixonada (secretamen…

Dizem...

Imagem
Dizem que por muito que se tente, há coisas que o olhar não consegue esconder.
Será?!
Já me aconteceu algumas vezes estar a dizer algo e dizerem-me que não é isso que o meu olhar está a dizer...
Confesso que me mete uma certa confusão, até porque habitualmente gostamos que a nossa capa seja inquebrável e que realmente funcione. Há sempre alguma coisa que gostamos de guardar só para nós. Sejam fragilidades, sentimentos, pensamentos...ou então porque simplesmente aquele não é o momento certo para dizer o que quer que seja!
No fundo, nenhum de nós é completamente transparente, fomos educados assim! Vamo-nos dando a conhecer conforme as pessoas que vamos encontrando e a ligação que se cria!
Até porque lidamos com diferentes pessoas durante o dia. Dependendo até do que fazemos, chegamos ao ponto de criar diferentes facetas conforme o local que nos encontramos, como que adaptando-nos às circunstâncias.
Ou será que estou enganada e o olhar consegue ser assim tão transparente?!
Não estou a falar e…

Há ou não há?!

Imagem
Hoje a caminho do trabalho, vinha a ouvir na mega fm um tema que lançaram que eu achei interessante...
Estavam a perguntar se realmente as pesssoas estabelecem ou não um estereótipo de pessoa, aqui falando mais no aspecto físico. Ou seja, imaginemos que há alguém que aprecia homens magros, morenos, de olhos escuros, etc. Essa pessoa apenas aprecia esse tipo de homens? Apenas vai namorar com esse tipo de homens? Ou esse gosto no fundo funciona como um fetiche? Em que há aquele tipo de pessoa que nos agrada, no entanto não intefere com quem andamos, ou deixamos de andar...
Ouve uma senhora que ligou para lá que disse que sim, que havia um estereótipo de homem. No caso dela em particular, o ex-namorado era daqueles com o corpo bem cuidado, que gostava de desporto e facilmente atraía o sexo oposto. O presente namorado é gordinho e não liga ao desporto. Segundo ela, este é que é homem para casar(!)...
Devo dizer que não percebi muito bem este comentário...mas à frente!
Seja ele gordo ou magro…

Coisas...

Imagem
Há determinadas coisas que confesso ter alguma dificuldade em entender...
Por exemplo, aquela constante mania que as pessoas têm em dizer "tás a fazer dieta..." ou "lá está ela/e a pensar na linha..." quando a preocupação com o nosso corpo, a nossa saúde e o nosso bem estar devem ser constantes. Porquê que há-de sempre tratar-se de uma dieta?!
E até porque, o metabolismo de cada um trabalha de forma diferente. Há pessoas que digerem melhor o que comem que outras, há pessoas que têm tendência para engordar, outras para emagrecer...
Não sou magra, nem é isso que pretendo. O que tento fazer é manter um peso estável e acima de tudo sentir-me bem comigo. Infelizmente não é o que acontece neste momento...Se me sinto bem mais magra, há que trabalhar para isso. De forma devida e com o seu tempo.
Por isso, não venham cá..."ai que tu só provas a comida", e os "não comes nada", porque eu como bem a minha parte e o que é suficiente.
Deixem-se de coisas pah, qu…

Energia negativa...

Não resisti em partilhar com vocês este vídeo (made by Nilton)
Está fantástico.
A nossa realidade traduzida em 1 minuto...

Na idade dos porquês...

Imagem
Perguntas do dia:

Como saber que o percurso que fazemos é o correcto?
O que é que nos faz seguir este ou aquele caminho numa determinada fase da nossa vida?
O que é que nos faz manter num trajecto em que a estrada está cheia de buracos, cansando-nos o facto de os ter que contornar?
Porque não temos nós a coragem suficiente de simplesmente mudar de estrada?

Alguém me sabe dizer?!

Oh pah...tem dias

Imagem
Tenho dias em que me sinto na beira de um penhasco, mesmo lá pertinho de um qualquer abismo.
Não tenho forças para fazer o que quer que seja e o que faço é sem a mínima motivação.
Não me consigo sentir agradecida por nada do que tenho e mesmo quando penso nisso, a ideia que me vem é que não o mereço...
Juro...não percebo!
Sentir que apenas o meu corpo é que se vai movimentando, a minha alma, essa não sei por onde anda...
Era uma chapada (ou antes meia dúzia delas) para mim faxabor, para ver se esta coisa muda de uma vez!

Educação...(ou falta dela)

Imagem
Se há coisa que me consegue tirar facilmente do sério é a falta de educação.
Não é por nada, mas mexe-me com qualquer coisa cá por dentro que faz com que seja incapaz de ficar calada. Tenho sempre, de alguma forma, que mandar a minha "tacadinha"...E para além do mais, acho que é o meu dever fazê-lo.
Neste caso, vou falar nos serviços de atendimento ao público, e posso até contra mim falar, porque também trabalho num, embora só esteja ao balcão, cerca de 1h por dia. No entanto, já trabalhei num café, acho que consigo ter algum voto na matéria.
Se é fácil?! Não, nada. Encontra-se todo o tipo de pessoas, de feitios e personalidades diferentes. Também nós por vezes estamos em dias de menor paciência, mas dai a chegar à falta de educação acho que vai uma grande distância.
O exemplo de hoje...Eu entro às 15h45 e precisava de ir aos Serviços de Recursos Humanos. Acabei de preparar o que tinha a entregar e fui até lá, perguntar pela funcionária que me disseram estar encarregue do que eu…

Segunda-feira...

Imagem
Isto à segunda-feira para mim não é fácil...
Acordei super constipada, farta de espirrar, a sentir frio e os lábios demasiado secos.
Escusado será dizer que estou aqui com umas olheiras daquelas e sem qualquer disposição para fazer o que quer que seja :(

Para além disso, parece-me a mim que a minha carência está na mó de cima...
Era mesmo daqueles dias de ficar na cama a receber todo o miminho possível e imaginário :)
Até era, mas não é...
'Bou' mas é trabalhar...

É hoje...

Imagem
É hoje que vou dar em maluca...é que só pode!
Estou a trabalhar, não era o meu sábado mas pediram-me para vir...
A colega que me acompanha é completamente alucinada. Ou mesmo doida varrida.
Já começo a contorcer-me toda com a falta de paciência que me está a consumir...
Já abano o pé, já faço questão de a ignorar e a mulher não me larga e pior ainda não se cala.
Se ainda tivesse uma conversa em condições como uma pessoa normal, mas nem isso. Repete a mesma coisa mil e uma vezes de diferentes maneiras, coisas sem qualquer interesse para ninguém, para além de insistir em ficar no balcão comigo durante toda a manhã...
Calma Elisabete, já só falta uma hora...





PS: Acho que já deu bem para perceber o porquê de me pedirem para vir trabalhar este sábado. Aprende Elisabete, aprende!

E eu que gosto de conduzir...

Imagem
Há dias em que o pessoal na estrada parece que anda todo doido.
Ou então somos nós que andamos mais impacientes e reparamos em tudo e mais alguma coisa. E logo eu que adoro conduzir...
Mas em primeiro lugar, quero salientar que não são (apenas) as mulheres as azelhas, lamento, mas não concordo. O que acontece é que nós estamos sempre em maioria, há mais mulheres no mundo do que homens. Como tal, é normal que aconteçam maior número de acidentes com as mulheres...É tudo uma questão de números :)
A questão da "azelhice" é geral, depende de pessoa para pessoa, de se adaptarem melhor à condução ou não, de gostarem de conduzir, etc.
Passo a descrever determinados episódios que me acontecem frequentemente e que mexem com o meu sistema nervoso...

Uma coisa que me tira do sério, é aqueles carros que se enfiam praticamente no meio da estrada para lhes cedermos passagem e ainda ficam a olhar para nós...Quer-se dizer, nós já não temos hipótese de passar porque ele nos está a barrar a estrada…