quinta-feira, 25 de setembro de 2014

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Depressão


 Para alguém que está em depressão é extremamente dificil exprimir a quem o rodeia os pensamentos e sentimentos que tem, isto porque nem ele próprio os consegue entender.
Este filme/ animação, uma iniciativa da World Health Organization, consegue demonstrar de forma simples e prática os sintomas de alguém que sofre depressão.
A nós que estamos de fora e que nos sentimos impotentes só nos resta estar lá, saber ouvir...e mesmo que não tenhamos a capacidade de entender, aceitar que é mesmo assim, um processo lento e doloroso, mas que passa, com ajuda tudo passa, desistir é que nunca é solução.




"At its worst, depression can be a frightening, debilitating condition. Millions of people around the world live with depression. Many of these individuals and their families are afraid to talk about their struggles, and don't know where to turn for help. However, depression is largely preventable and treatable. Recognizing depression and seeking help is the first and most critical towards recovery.

In collaboration with WHO to mark World Mental Health Day, writer and illustrator Matthew Johnstone tells the story of overcoming the "black dog of depression". More information on the book can be found here: http://matthewjohnstone.com.au/"

In http://www.youtube.com/watch?v=XiCrniLQGYc





TravelBird Portugal

Ora ultimamente ando a receber a newsletter da TravelBird e fico sempre a sonhar com as viagens que lá tem e pondero seriamente em fazer alguma delas, mas por outro lado fico com algum receio porque não conheço esta agência.
É que comparando os preços com outros sites, é bastante em conta.
Alguém tem alguma opinião sobre esta agência?! Já alguém viajou a partir dela?! 

Conferir a página e os preços que falo aqui.


terça-feira, 16 de setembro de 2014

sábado, 13 de setembro de 2014

7 eventos a não perder neste fim-de-semana no Porto!

1. Nos em D’Bandada

Baixa
Neste sábado, dia 13, a D´Bandada invade de novo as ruas da Baixa do Porto. Contem com mais de 10h de música, em mais de 50 concertos espalhados por locais únicos da baixa do Porto. E atenção, a entrada é livre! Conheçam a agenda.

2. Feira do Livro

Palácio de Cristal
O segundo fim-de-semana da Feira do Livro do Porto está preenchido por vários eventos. O único problema será a escolha! Destacamos a Porta Jazz ao Pôr do Sol, no domingo às 18h, com Pedro Neves Trio. Nesse mesmo dia, às 19h, um debate sobre a “Literatura em Censura” com Manuel Alegre.

3. Urban Market

Praia de Lavadores
A última edição do Urban Market Porto será na Praia de Lavadores, em Gaia. No domingo, dia 14 teremos um especial Sunset com Dj DJ Richard Love (Ricardo Amorim).

4. Mercado Porto Belo

Praça Carlos Alberto
Este sábado, entre as 12h e as 19h, pode visitar o Mercado Porto Belo, na Praça Carlos Alberto. Poderá encontrará artigos mais clássicos como discos de vinil, máquinas fotográficas e material de cinema antigos, moedas, ilustrações, até produtos biológicos como chás, compotas e azeite.

5. Berdinho – Mercado Rural

Centro Comercial Bombarda
Berdinho é o novo mercado de frescos da Invicta. Das 12h às 19h poderá encontrar produtos cultivados orgânica e biologicamente e também artigos confeccionados e manufacturados no Centro Comercial Bombarda. Com base nos tão famigerados “farmer’s market”, este mercado reúne os produtores rurais locais num só local, dando-os assim a conhecer à comunidade envolvente.

6. Baixa em Forma 2014

Praça D. João I
E agora uma proposta para se exercitar fisicamente: o Baixa em Forma 2014. No dia 13 terá uma série de Desportos Radicais ao seu dispor, em plena Praça D. João I. No mesmo dia, no Académico FC, será  feita uma actividade de patinagem.

7. Porto Sunday Sessions

Parque da Cidade
Porto Sunday Sessions promove boa música em ambiente descontraído, até ao pôr do sol. Neste domingo, dia 14, será Triciclo Vivo + Jorge Romão (GNR) djset a acompanhar mais um excelente dia de sol, a partir das 16h.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Comparações, equilíbrios e afins


Provavelmente dos pensamentos que me ocorre com maior frequência nos últimos tempos.
Ora penso...
Que quanto mais tenho mais quero, logo reclamar não será bem pensado...Afinal de contas, há tanta gente com tão pouco ou sem nada mesmo, em comparação a mim (claro). Sabemos que temos algo bom, temos sim, provavelmente excelente quando comparado com o pior. 
Como de repente...
Me questiono! É...e não consigo deixar de o fazer! Não posso deixar de me questionar se é realmente o melhor para mim, aquilo que me realiza e me faz realmente feliz...A MIM. Não à outra pessoa, não à vizinha do lado, a mim.
Apercebo-me da quantidade de coisas que ignoro, ou faço que ignoro para precisamente ser feliz, para estar bem, para não haverem chatices, nem arrufos e maus ambientes, para ser mais fácil ir levando a vida.

Há dias em que parece que tenho uma balança...que tanto ignora facilmente o que não gosta e tem a plena consciência que é o melhor a fazer, como noutro dia qualquer perde completamente o equilíbrio e só lhe apetece reclamar por tudo o que lhe desagrada. 
E agora, como é que se calibra a balança? 

SAFFRA...a colheita



SAFFRA é a colheita deste ano, um projeto que funde a música tradicional portuguesa com a modernidade do Fado.Longe dos tempos em que se estrou na série “Morangos Com Açucar”, Fernando Fernandes, FF, é a voz destas canções, revelando, pela primeira vez, a sua essência enquanto cantor e compositor naquele, que considera ser o seu primeiro disco a solo. 
SAFFRA, foi produzido por Tiago Machado (habitual colaborador de Mariza), tem participações especiais de e LURA e DULCE PONTES, que também assina uma das canções, ao lado de nomes como Diogo Clemente, Manuel Paulo, Jorge Fernando e Tiago Torres da Silva.
De forma naif mas consciente, SAFFRA transporta-nos à infância, balançando no peso da Saudade mas sempre com o optimismo da colheita.

Retirado do youtube 

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Apetecia-me...

E hoje...era só mesmo isto! Às vezes quando fechamos os olhos as coisas conseguem ser mais bonitas, criamos uma visão que nos agrada mais...não à vista, mas à mente e ao coração! 




'Apetecia-me fechar os olhos. Apenas fechar. Fechar os olhos e pintar o cinzento do mundo com outra cor. Fechar os olhos e transformar o barulho frio em música quente. Fechar os olhos e, com sonhos, construir a realidade. 

Apetecia-me fechar os olhos. Apenas fechar. Fechar os olhos e, assim, aplanar caminhos sinuosos. Fechar os olhos e sentir o doce que a vida tem. Fechar os olhos e apenas sorrir. E sentir. Fechar os olhos e só estar(es) aqui.

Apetecia-me abrir os olhos. Apenas abrir. E ser real.'

- Rita Leston -



terça-feira, 2 de setembro de 2014

O livro dos sonhos...

Conhecem o livro 'O monge que vendeu o seu Ferrari' de Robin Sharma?!
É uma fábula espiritual fantástica, recomendo.

A história fala-nos de um advogado de sucesso chamado Julian, que após ter sofrido um ataque cardíaco, questiona toda a sua vida. Julian achava que tinha tudo o que qualquer pessoa pode sonhar. Era rico e bem sucedido profissionalmente, mas nunca se sentia satisfeito. Decidiu então vender todas as suas posses terrenas, abandonar a sua carreira profissional e empreender uma odisseia a pé pelo Oriente, em busca de uma nova sabedoria, que lhe permitisse viver com outra qualidade de vida.

Regressa três anos depois, com uma aparência impressionante, mais magro e mais tranquilo. O segredo? Todos os ensinamentos que aprendeu com um grupo de monges dos Himalaias e que agora vai partilhar.

Com a experiência de Julian, uma pessoa fica realmente a pensar o que pode mudar na sua vida para viver melhor. A primeira coisa que tenciono fazer quando acabar o livro é realmente criar o Livro de Sonhos que o autor menciona e que irei falar mais à frente. Outros fatores como apreciar as pequenas coisas do nosso dia, já costumo fazer sempre que consigo e realmente resulta, faz-me sentir em paz nem que seja por um instante.

Será que é realmente possível cada pessoa controlar a sua mente ao ponto de não deixar entrar nenhum pensamento negativo? O livro diz que sim. Diz que ser otimista ou pessimista apenas depende de nós. Trata-se de condicionar a mente para traduzir todos os acontecimentos em lições positivas e fortalecedoras. Pensar que "não existem erros na vida, apenas lições. Não existem experiências negativas, apenas oportunidades para crescer, aprender e avançar ao longo da estrada do auto domínio. Da luta advém a força. Até a dor pode ser um professor magnífico". E acreditar que a Natureza garante sempre que quando se fecha uma porta, abre-se outra.

“Quando te sentes inspirado por um objetivo grandioso, por um projeto extraordinário, todos os teus pensamentos se libertam dos seus grilhões: a mente transcende as limitações, a consciência expande-se em todas as direções e tu deparas-te com um novo, magnífico e maravilhoso mundo. As forças, faculdades e talentos adormecidos despertam para a vida e descobres que tu próprio és uma pessoa muito melhor do que jamais pensaras ser possível.” (Patanjali) Faz-me sentido! É ou não é verdade que quando estamos motivados para algo sentimos uma força completamente diferente para fazermos as coisas acontecerem?! O livro diz que o simples facto de termos um desejo ou um sonho significa que temos a capacidade correspondente de o concretizar. Que o segredo da felicidade é descobrir o que gostamos de fazer e, depois, canalizar toda a energia nessa direção.

Ainda ontem li a parte do livro em que fala da ideia de criarmos um Livro dos Sonhos, caramba, gostei tanto da ideia. Segundo o livro funciona da seguinte forma: num dia normal, passam-nos cerca de sessenta mil pensamentos pela cabeça, dos quais 95% são os mesmos do dia anterior. Ao escrevermos os nossos sonhos e objetivos, criamos uma imagem da realização dos mesmos e fazemos com que eles apareçam prioritariamente nos nossos pensamentos diários. Vou ter que criar um, acho super interessante a ideia e mal não deve fazer!

O autor enumera também uma série de técnicas e explica o porquê de devermos sempre investir em nós: “Não só conseguirás melhorar a tua vida, mas também a vida daqueles que rodeiam. Só quando domines a arte de amar-te a ti mesmo poderás amar de verdade os outros. Só quando abrires o teu coração poderás chegar ao coração dos outros. Quando te sentes centrado e vivo de verdade, estarás em boa posição para ser uma pessoa melhor”.

"Melhora o teu corpo e a tua mente. Nutre o teu espírito. Faz as coisas que temes. Começa a viver com uma energia transbordante e entusiasmo ilimitado. Vê o nascer do Sol. Dança debaixo da chuva. Sê a pessoa que sonhas ser. Faz as coisas que sempre quiseste fazer, mas que não fazias porque achavas que eras demasiado jovem ou demasiado velho. Prepara-te para viver uma vida de verdade, plena e intensa. No Oriente, dizem que a sorte favorece as mentes preparadas. A vida também favorece as mentes preparadas.” 

Por Robin Sharma, em O monge que vendeu o seu Ferrari

Vale a pena ler!