O nosso pior inimigo somos nós próprios…

Na vida nada é mais difícil do que te conheceres a ti próprio. E de uma coisa podemos estar certos, o reflexo do que somos estará presente em todos os nossos actos…E quando erramos, será que isso faz de nós más pessoas?! Ou não fará isso parte da construção do nosso carácter?!

Gosto de pensar que a vida apenas nos retribui o que lhe damos, por isso tento sempre dar-lhe o meu melhor, dar da mesma forma que eu gostaria de receber…

Mas se já é difícil reconhecermo-nos a nós nos nossos actos em determinados momentos será que chegamos algum dia a conhecer, verdadeiramente, alguém?!

É assustar pensar assim, mas é a realidade…

No fundo nós somos o nosso maior inimigo…medos, angústias, desilusões, inseguranças, etc., etc. Nós e o nosso péssimo hábito de complicar tudo e mais alguma coisa, procurando a perfeição quando sabemos à partida que não existe, querendo sempre mais sem nos contentarmos com o que temos…perdendo assim de usufruir de “pequenos” prazeres da vida que têm o poder de nos fazer tão felizes…

A vida nem sempre segue no rumo que escolhemos, ou pelo menos que idealizamos… Apercebi-me cedo que não somos nós que o controlamos e que bem ou mal, há que seguir o trajecto que é traçado arcando com as consequências se necessário… Sem demasiados planos e com a certeza que amanhã tudo poderá ser diferente, é assim que se tenta viver cada dia…

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos