A meus olhos...

A meu olhos as relações humanas estão cada vez mais estranhas. Olho à minha volta e quantas vezes observo, ouço histórias e desabafos, vivo também eu as minhas próprias experiências e tento não pensar muito no assunto...mas há dias em que é inevitável!
Vejo pessoas cada vez mais desconfiadas em relação às outras, com cada vez mais medos e receios de sofrer, provavelmente como já terá acontecido uma e outra vez. E com isso, vejo pessoas a desistirem da felicidade, a desperdiçarem situações e momentos que jamais se repetirão. Vejo pessoas a tornarem-se cada vez mais exigentes na sua procura e com isso a ficarem cada vez mais desiludidas e frustadas com a vida.
Vejo pessoas a magoarem-se mutuamente como se fosse a coisa mais banal do mundo, casais que se separam após pouquíssimo tempo de vida em comum e que usam os filhos para atingirem o outro, traições com "amigos" aparentemente de ambos...e tanto, tanto, tanto mais, tantas outras histórias!
E nem vou aqui alongar-me para as relações de "amizade" de hoje, que são cada vez mais raras, não vou porque então ai é que vou sentir o alfinete a espetar-me no peito.
E o que vejo é somente com os meus olhos que tão pouco conhecem e que nem sempre estão correctos, mas que se entristecem com o que vêem.
Não sei bem o que se passa, não sei mesmo, mas começo a sentir que as pessoas fazem cada vez menos "esforços" para manter uma relação e a promiscuidade está cada vez mais presente!
Fico triste com o que o meu olhar observa em tantos momentos...apenas isso... Estarei eu a ver tudo deturpado?!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos