Dias e dias...

Tem dias em que não nos apetece fazer nada de nada!
Tem dias em que os pensamentos são verdadeiros cruzamentos em hora de ponta e não se consegue sair dali!
Tem dias em que se faz mil e um planos e nada sai como se quer.
Tem dias em que a nostalgia anda de mãos dadas com as mais diversas interrogações e as respostas teimam em não aparecer.
Tem dias em que nada nos consegue satisfazer.
Tem dias em que nos sentimos invisíveis, perdidos, sozinhos!

Mas também há dias em que sabemos que desistir não é opção.
Dias em que somos uma verdadeira força da natureza e que, mesmo não fazendo nada de importante, sentimos que tudo o que fizemos correu exactamente como tinha que ser feito.
Dias em que nada nos impede de sorrir mesmo quando ninguém está connosco, ninguém nos liga, ninguém olha para nós!
Porque nesses dias não precisamos de ninguém, tudo o que precisamos está ali, dentro de nós.
E depois disto tudo, bastava que conseguissemos equilibrar a balança entre todos estes dias.
No fundo, é tudo uma questão de equilíbrio...

Comentários

Dexter disse…
O problema é que eu qdo estou virado p um dos lados da balança n consigo encontrar maneira de baixar o outro prato (o que está mais acima), pq n tenho ânimo p isso...mas lá tenho que fazer um esforço e arranjá-lo...que remédio n é?
Myllana disse…
Equilíbrio que muitas vezes não conseguimos alcançar :)
Mas vale sempre a pena o esforço para atingirmos.
Paz espiritual acima de tudo!
Bjks
Elisabete disse…
Dexter: Isso não era para se dizer pah :) Hoje quero acreditar que se encontra facilmente o equilíbrio da balança :)
Não há cá quedas com desiquilíbrios :)

Myllana: Vale sempre a pena, tem que valer. O que interessa é nunca deixarmos de acreditar nisso.

Beijinho
No meio reside a virtude. ;)
Elisabete disse…
Nem sempre :)...mas é o que dizem realmente!

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos