Dias de chuva...

Não suporto quando me deixo ir abaixo com coisas tão "pequenas"! Não gosto quando, nem por momentos, deixo que a sensação de que a minha felicidade está dependente de outros se sobreponha a tudo o resto!
Não gosto da sensação de fragilidade que me faz ficar vulnerável a tudo, nem da lágrima ali, atrás, escondida e traiçoeira, não gosto do aperto na garganta e muito menos no peito!
Não gosto das minhas noites e mente agitadas, não gosto de perder o controlo sobre mim, meus pensamentos e sentimentos, não gosto de me sentir perdida, insegura, incapaz!
Não gosto assim, não quero, mas estou cansada!

E como um amigo me disse ainda hoje e muito bem...

"Tou cansado… quero a minha casa à beira-mar, o meu alpendre com 3 degraus para a areia da praia, o peixe assado na brasa e um bom vinho branco a acompanhar, um cd do Chet Baker a tocar, o pôr do sol lindo, com algumas nuvens, para se ver aquela misturada de cores que vão do laranja ao lilás, a lua já a espreitar e um vento suave e tépido que nos relaxa a alma…  quero, pronto…"

E é por isto, por conseguir visualizar perfeitamente imagens como estas que sei que...amanhã vai estar sol!

Comentários

Sílvia Maria disse…
Sabes o que o teu amigo descreveu? Paz de espírito, calma, sossego...é isso que ele procura. É isso que todos procuramos. Umas vezes conseguimos, em pequenos momentos, dentro e fora das nossas mentes, outras vezes fica mais complicado libertarmo-nos de todas as emoções que nos aprisionam. Tem dias que sim, a felicidade parece depender dos outros, tem outros que nos enchemos de coragem e somos mais fortes que tudo. Temos que aceitar que a vida é mesmo isto, esta montanha russa de sentimentos e ter sempre um sorriso guardado no bolso mas nunca esquecer que as lagrimas não são sinónimo de fraqueza, são a forma que a nossa alma tem de se limpar.

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos