Lembro-me...

Uma vez disseram-me que não percebiam como me podia estar a sentir triste se aparentemente tudo me corre bem. Francamente não tenho resposta para isso! Mas gostava, gostava muito! E tenho tentado fazê-lo. De uma forma ou de outra em dias em que sinto a minha alma mais em baixo tento parar os pensamentos que mais me atormentam...mas nem sempre consigo!
Hoje foi mais uma dessas noites, em que do nada senti uma angústia e uma dor tão grande no peito que é indescritível. Acabo por desabafar da melhor forma que encontro e choro basicamente até me cansar e adormecer.
Para além de acordar com uns imensos papos nos olhos, acordo também com um peso enorme no corpo, gostava de saber se é resultado do "após alívio" ou se é ainda por um muito peso que não saiu.
Lembro-me de alguns dos pensamentos, lembro-me que falava de coisas que me atormentam a pessoas que não fazem ideia do que se passa e que me vêem frequentemente como a "má da fita", lembro-me do desespero de lhes tentar fazer ver que afinal aquilo que lhes é mostrado não é o que é vivido.
Lembro-me de me aperceber do quanto realmente aquilo me atormenta e me incomoda! Lembro-me de me aperceber que não iria mudar assim tão facilmente, há coisas que nos são proibidas de partilhar...


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos