Os 10 ladrões da sua energia

1. Afaste-se daquelas pessoas que só chegam para compartilhar queixas.

Problemas, histórias desastrosas, medo e julgamento dos outros. Se alguém procura uma lata para jogar o lixo que tem dentro, que não seja na tua mente.

2. Pague as suas contas a tempo.

Ao mesmo tempo, cobra àqueles que te devem ou escolhe deixar para lá, isto se  já percebeu que é impossível receber.

3. Cumpra as suas promessas.

Se não cumpriu alguma, pergunta-te o porquê desta resistência. Sempre tens o direito de mudar de opinião, de te desculpar, de compensar, de renegociar e de oferecer outra alternativa diante de uma promessa não cumprida. A forma mais fácil de evitar o não cumprimento de algo que realmente não quer fazer é dizer “NÃO” desde o começo.

4. Tempo

Elimina, dentro do possível, e delega aquelas tarefas que preferes não fazer, dedicando antes o teu tempo àquilo que realmente desfruta fazer.

5. Dê permissão a você mesmo.

Faça um descanso, quando estiver num momento que o necessite e dá permissão a ti para agir quando estiver em um momento de oportunidade.

6. Deite fora, recolha e organize…

Nada te tira mais energia que um espaço desordenado e cheio de coisas do passado que você já não necessita.

7. Dê prioridade à sua saúde.

Sem a máquina do corpo trabalhando ao máximo, não se pode fazer muito. Tira algum tempo para perceber o que o teu corpo te está a dizer.

8. Enfrente as situações tóxicas.

Toma a ação necessária para as eliminar. Ser tolerante não significa permitir este tipo de atitudes, principalmente quando estas te fazem sentir mal.

9. Aceite.

Não é resignação, mas nada te faz perder mais energia que o resistir e brigar contra uma situação que não pode mudar.

10. Perdoe…

Deixa ir uma situação que te está a causar dor… Podes sempre escolher deixar ir a dor da recordação.

Ensinamentos de Dalai Lama
Fonte: O segredo

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os peões e as passadeiras