Mais uma vez...

Mais uma vez caio no mesmo erro!
Mais uma vez deixo-me levar pelo que me parece mais correcto tornando-se numa teia viciante que se cria e se desenvolve naturalmente, sem que dê conta!
Mais uma vez crio uma ferida em mim, que vou cuidando, mas que a deixo abrir-se de cada vez que lhe toco!
Mais uma vez deixo partes de mim de parte, sentimentos, emoções, desabafos, ideias, reacções!
Mais uma vez deixo-me ir em função de quem está do meu lado!
Mais uma vez em que fico de coração apertado, de nó na garganta e com mil e uma coisas por dizer!
Mais uma vez em que fazes com que prefira remeter-me ao silêncio para não ter que ouvir coisas que não fazem sentido, porque simplesmente não consegues ouvir quando se trata de uma crítica ou observação a teu respeito!
Mais uma vez em que me fazes pensar não vale a pena!
Mais uma vez que fazes questão de deixar bem presente o deixar andar, cada qual à sua maneira, sem interferências, sem complicações, sem sei lá o que...
Mais uma vez que penso...pois bem, que assim seja, logo se vê, embora me pareça que não continuas a ver nada do que te rodeia, apenas te vês a ti mesmo!
E assim é...Mais uma vez!

Comentários

Hugo de Macedo disse…
...e mais uma vez vais te levantar, erguer e lutar por ser feliz. E mais uma vez vais conseguir.
Maria disse…
Subscrevo o comentário do Hugo de Macedo. :)

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos