Intimidade

"Se há coisa que sei sobre a intimidade é que há determinadas leis naturais que governam a experiência sexual de duas pessoas e que essas leis não podem ser alteradas, da mesma forma que a gravidade não pode ser negociada. Sentirmo-nos fisicamente confortáveis com o corpo de outra pessoa não é uma decisão que possamos tomar. Pouco tem a ver com a forma como duas pessoas pensam, agem, falam, ou mesmo com o aspecto que têm. Ou esse íman misterioso está escondido algures nas profundezas da parte de trás do esterno ou não está. Quando não está (...), não é possível forçar a sua existência, da mesma forma que um cirurgião não pode forçar o corpo de um doente a aceitar um rim do dador errado."

Por Elizabeth Gilbert
Em Comer, Orar e Amar

Comentários

Elisabete disse…
Tem toda a lógica :)

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos