Os nossos pais...


Ao ouvir este vídeo parecia que aqui o Gustavo me anda a ler o pensamento!
Revejo-me tanto no que ele diz, penso nisso tantas vezes...

'Eu digo sempre, e há muito tempo, que os nossos pais não são pessoas para nós amarmos, são pessoas para nós trabalharmos. Claro que se os conseguirmos amar depois desse trabalho, bem... é ouro sobre azul. Mas numa fase inicial são pessoas para nós trabalharmos.' (...)
Por Gustavo Santos

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos