Coisas e tal...

É frustrante quando queremos/ precisamos dizer alguma coisa, mas não encontramos as palavras certas para o dizer!
E depois ficasse triste por se sentir que o que é dito é mal interpretado, por se ter hesitado quando se devia ter falado e por ter tentado quando o melhor era estar calada/o...

Gosto do silêncio, gosto sim! Ou melhor, a forma mais correcta será dizer, gosto do meu silêncio! Mas também sei que falar (às vezes) é preciso, é mesmo essencial, para o nosso bem e para quem está connosco. Se por um lado nos pode ajudar a interpretar o que sentimos e ajudar-nos a ultrapassá-lo e até mesmo a arranjar soluções, por outro o não falar implica que pensem o que quiserem sobre os nossos pensamentos! Sinceramente não é que me preocupe aquilo que os outros pensam, no entanto a falar que seja com vontade, forçada não funciona da mesma maneira! Mas sim, eu sei! Eu sei que me faria melhor que o fizesse com mais frequência...
Mas depois penso...para que?! De que adianta?! Para que serve expor-me se acho que ninguém vai perceber...
Cada um tem o seu mundo e por muito que se mostre, como já tantas vezes ouvi dizer, cada um apenas vê o que quer...e é bem verdade....


Comentários

Menina, como te entendo... mas, às vezes, o nosso silêncio pode ser mal interpretado. É que os outros também não adivinham!
Asiram disse…
pois tens razão, eu tb ás vezes sou assim....
Giuseppe disse…
Falar nem sempre é assim tão decisivo, ainda que possa parecer.

Por vezes há simples gestos ou olhares que dão as respostas apenas quando estas são necessárias. E quem estiver do outro lado saberá claramente interpretar, seja qual for a circunstância.
Elisabete disse…
Gimbras: Sei bem disso, acredita :)
Mas foi como disse, às vezes sinto que não devia ser necessário dizer determinadas coisas, essas deviam-se conseguir "sentir"...

Asiram: Então somos duas :) Bjs

Giuseppe: Concordo! É no fundo o que faço! Mas nem todos interpretam isso da mesma maneira.
Giuseppe disse…
Se quem tu desejas que interprete a mensagem não a atinge, então o teu silêncio é a coisa mais acertada ;)
Fatucha disse…
Há que seguir o instinto para as palavras certas, na altura certa e os slencios para o mesmo...segue a tua vontade...acho q é o melhor.
Elisabete disse…
Giuseppe: É a conclusão a que se chega realmente :)

Fatucha: Sim, tens razão! Também me parece o mais acertado!
Bjs
Anónimo disse…
o silencio e o melhor amigo e com ele que aprendemos a nos conhecermos e a comunicar com nos mesmos...

opequenoespaço.blogs.sapo.pt

hellraiser
Elisabete disse…
Hell Raiser: É uma grande verdade!
Obrigada pelo comentário, já fui "espreitar" o teu espaço :)

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos