Mudava sim, mudava-me...

Hoje fugia! Fugia sim, para parte incerta, sozinha e começava de novo! Renascia!
Mudava tudo, mudava-me a mim, mudava!
Hoje estou cansada, cansada de mim.
E fico apavorada com esse sentimento.
Que me descontrola, me confunde, me assusta.
Que me entristece, que me fere.
E faço tudo isto sozinha, como uma tortura gratuita e constante.

Por isso mudava sim, mudava-me...

Comentários

Sílvia Maria disse…
E já passou? Estás melhor?
Elisabete disse…
Um pouco melhor sim! Obrigada!
Obrigada a ambos!

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos