Preciso de algo...

Preciso de mudar a minha vida! Fazer alguma coisa radical, incutir em mim determinados hábitos que fui perdendo com o tempo, controlar os meus pensamentos sempre pelo caminho positivo e não me deixar levar pelas indecisões!
Não posso parar! Não quero, mas sinto-me sem forças. Sem forças para acabar algo que no fundo não quero, mas que sinto que não consigo ficar sem acabar! Sei que depois disso irei ficar com um tremendo alívio mas até lá é um esforço constante e diário.
E esta é das maiores provas que tenho até hoje que um "passo mal dado" pode mudar toda uma vida...e agora vejo que não era este a seguir!
Mas agora está! Tento agarrar-me à minha família pois sei que é o que mais desejam, mas neste momento nem isso me serve de ajuda!
Para quê batalhar para lhes dar "o gosto" se não é isto que quero para mim?!
Mas depois de tudo isto vem o enigma...o que quero fazer?! Como o vou fazer?!
Esta indecisão tira-me as forças, deita-me abaixo física e mais ainda psicológicamente, faz-me sentir uma incapaz, uma inútil! Faz-me sentir mal comigo e eu a deixar andar...
Preciso de algo...

Comentários

Sílvia Maria disse…
Descobrir que o caminho que estamos a percorrer não é aquele que queremos não é sinal de fracasso nem que somos inúteis. É sinal que houve uma altura da nossa vida que achamos ser esse o correcto. São escolhas que somos obrigados a fazer cedo demais e não temos consciencia sequer se é o mais acertado. Mas a vida muda, as circustâncias mudam e é normal as vontades mudarem também.
Entendo o sacrifício que fazes, entendo que não esteja a ser nada fácil e até mesmo seja sentido como um enorme fardo neste momento. Mas tu vais conseguir faze-lo. Se precisares de companhia nos momentos em que tens de faze-lo com trabalhos, pesquisas e coisas afins, diz-me, sempre é uma motivação ter alguém ao lado. A mim teria feito diferença...
Se decidires desistir, lembra-te apenas que a vida é tua. Teus pais permitiram-te viver mas apenas isso. Agradece-lhes com o teu amor e carinho pela oportunidade mas não vivas agarrada ao que eles pensarão ou ajuizarão sobre ti. O teu futuro serás tu a vive-lo, não eles. Pára para pensar...reflecte um pouco sobre o que te estimula, sobre o que gostas de fazer ou gostarias e até pode ser que encontres o que realmente te preenche.
E cá, entre nós, acho que que até poderiamos pensar em faze-lo juntas...pensa nisso! É apenas uma ideia... (segredo!)
FATifer disse…
(uma vez que não tenho qualquer ideia do que falas e portanto não tenho forma de opinar tentarei um pouco de humor para não ficar calado, como devia)

Que tal pedir ao Ambrósio? Ah espera, esse era se te “apetecesse algo” não é? …

Então parece que terás mesmo que ser tu a conseguir determinar o que precisas…

Beijinho,
FATifer

PS – obrigado pela visita.
Tweety disse…
Não podemos ter medo de dar passos mal dados... tens só que ter a certeza de que os queres dar... não te arrependas do que fazes mas sim do que não fizeste.
kuka disse…
Respiras fundo,acalmas o espírito, pensas no que queres para ti e no que te vai fazer feliz...mais cedo ou mais tarde tudo toma um rumo,um caminho certo.Agora pode não ter ido como esperavas,mas não sabes o que vem a seguir :)
JL disse…
Lembra-te de algo que tu mesma citas: «(...)nada foi em vão(...)».

Um beijo.
Sílvia Maria disse…
Boa Joaquim!!! Muito bem adequado! ;)
Fatinha disse…
Eliszabete, pelo que li tens de concluir algo que começaste a fazer há algum tempo e agora já sem aquela vontade inicial, consideras até um fardo, e custa quando assim é.
Mas, estando fora do que se passa, mas mesmo assim te digo, não desistas da batalha meio, como aqui alg disse, tu no final poderás concluir que sim valeu a pena. E no final sentirás o tal alívio. Se vires que é algo no qual o teu eu como um todo já não aguenta, chegou a um limite mesmo..acho que n merece o esforço, e aí terá a tua vontade de falar mais alto sim, e concerteza todos irão compreender, se te amam compreendem concerteza...beijinhos e força para o melhor.

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos