A difícil tarefa de educar...

Hoje assisti a uma situação que me deixou a pensar.
Uma mãe e filha vieram à faculdade conhecer as instalações e saber como é que as coisas funcionavam e tal. A determinada altura dirigiram-se a mim e perguntaram para onde se podiam dirigir para consultarem os exames dos ano anteriores e onde é que podiam encontrar os manuais para o 1º ano!!!
Primeiro pensei que estivessem a brincar, lá expliquei como é que as coisas funcionavam. Percebi que, principalmente a mãe, estava extremamente ansiosa e achei normal para quem se vê nestas coisas pela primeira vez.
Só que não é a primeira vez. Pelos vistos a filha andou este último ano a tirar Medicina algures em Lisboa, só que percebeu que não é aquilo que pretende. O mal é que mesmo passado um ano ainda não sabe o que quer fazer da vida e está agora indecisa entre Gestão e Economia (super parecido né?). 
Fiquei sem saber ao certo o que lhes dizer. A mãe ficava parada a olhar para mim como que à espera de um conselho milagroso. A filha pouco falava, mas aparentemente parecia estar na boa. 
Compreendo perfeitamente que é uma idade difícil para se decidir o que vamos fazer para o resto da vida. O que me incomodou seriamente foi o desespero palpável daquela mãe que nitidamente não sabia o que fazer com a filha. 
O que é que um pai faz nestas situações? Obriga-os a parar e a arranjar trabalho até perceberem o que pretendem da vida? Continuam a pagar-lhes os estudos mesmo sem eles saberem se passado um ano voltam à estaca zero?
Quando não se sabe o que se quer, é uma situação realmente complicada.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos