É tudo uma questão de aparência...

Isto de conviver diariamente com diferentes pessoas, de várias idades e diferentes estatutos dá para testemunhar variadíssimas situações com o seu quê de engraçado. Em muitos dos casos, acho que até posso mesmo afirmar, que se consegue definir perfeitamente o seu estilo e a sua forma de estar na vida.
Infelizmente (ou felizmente, nem sei) somos, no geral, demasiado dadas a sentimentos como a insegurança (falta de auto-estima), os complexos, a mania da mulher (nem todas, há sempre excepções) da comparação com qualquer outra “fêmea” que se cruze com ela, a maldita da sensação de inferioridade, a obsessão pelo corpo, etc. etc.
É pena que nem todos se lembrem no quanto é errado julgar alguém pela sua aparência, como se esse fosse o seu cartão-de-visita. Na maioria dos casos que conheço, as pessoas que têm mais “sentimentos” daqueles que mencionei, são as que menos motivos têm para isso!
E porquê? Porque a nossa sociedade é cada vez mais exigente, como que, quem é bonito, elegante e se veste bem é que tem possibilidades de ser alguém importante na vida, como se o aspecto físico fosse o único factor de ponderação. É que isto, mais cedo ou mais tarde, trás consequências para a cabecinha do pessoal. Tantas crianças/adolescentes que são gozados e postos de parte logo desde cedo, só porque são mais “gordinhos”, ou porque não têm uma roupa de marca?
Não suporto discriminação, não suporto que me “tirem a pinta” sem me conhecerem, não suporto que me julguem por quem anda comigo.
Eu sou eu, não sou uma pessoal influenciável, tenho os meus ideais, os meus gostos, as minhas vontades. E é assim que as pessoas se devem conhecer umas às outras, tal como são e só então opinar, podendo adorar, gostar apenas, não gostar ou simplesmente odiar.
Tirar conclusões pelos nossos próprios olhos é sempre o mais acertado…

Comentários

Dexter disse…
Concordo plenamente. Em todos os aspectos.

Na minha opinião, o mais importante é sentirmo-nos bem connosco, sejamos gordos, magros, feis, bonitos, com roupas de marca ou sem elas. Se tivermos confiança em nós próprios e n ligarmos ao que os outros pensam, somos felizes! Mas aqui está um problema...é que nós n nos conseguimos alhear do que os outros pensam de nós, somos seres humanos...mas mesmo assim tento n pensar mto nisso!

No meu meio então (sou Advogado, como já deves saber), a aparência conta mm mto. Por isso sou um bocado vítima disso. Tenho de andar sempre impecável, de fato e gravata, etc etc (sem estar à crominho lol), pq perante os clientes e perante o Tribunal...n decide mas ajuda!
Sofia disse…
Aproveitando a boleia do Dexter... cheguei aqui. Gostei do teu cantinho, virei mais vezes.

kiss kiss
Dina disse…
Concordo plenamente contigo. Odeio pessoas que julgam os outros pela aparência. O importante é as pessoas se sentirem bem consigo próprias, mas infelizmente existe uma pressão muito grande/ expectativas que tens que cumprir para não ser olhado de lado.

Infelizmente tenho um bocado falta de auto-estima e preocupo-me com que os outros pensam de mim. Gostava de mudar...
Sílvia Maria disse…
Passo a citar-te: "Na maioria dos casos que conheço, as pessoas que têm mais “sentimentos” daqueles que mencionei, são as que menos motivos têm para isso!" Comecemos por ti a ti mesma pode ser? Quantos julgamentos errados fazes a ti própria por ideias incutidas estupidamente pela sociedade e que mesmo sem quereres assumiste como verdadeiros? Tu, mulher linda...oupa, quero ver isso em prática em ti mesma!
E mais, dizes assim: "Tantas crianças/adolescentes que são gozados e postos de parte logo desde cedo, só porque são mais “gordinhos”, ou porque não têm uma roupa de marca?", e que tal alguém se lembrar dos miúdos que são "magrinhos" e são vitimas de bulling exactamente por isso? Sim, é verdade mas ninguém se lembra, só têm pena dos gordinhos, tadinhos!! Ser magro e ridicularizado por isso não é, sublinho, não é nada fácil!!! E também são excluidos por isso!
Cada um defende a sua prole :D
O que é certo é que o ser humano é mesmo assim, estupido, e só consegue se sentir superior se inferiorizar alguem de que modo fôr. A velha mítica, se estivermos de bem connosco transparecemos bondade e cultivamos boas amizades, bons sentimentos.
Beijos
Elisabete disse…
Dexter: Sim, já tinha percebido :)
É verdade que dependendo da nossa profissão, a nossa imagem conta muito e a tua é uma delas. Não é que seja correcto, porque não deixas de ser um bom profissional se fores de calças de ganga e sapatilhas, calções e chinelos de meter o dedo é que já era capaz de ser um pouco abuso :)


Sofia: Obrigada pela visita, vou ficar atenta a ver se cá voltas :)
Beijinho


Dina: A minha auto-estima também não é das melhores (e a malandreca da Sílvia faz referência a isso mesmo no comentário dela, porque me conhece).
No entanto, confesso que não é por preocupação com os outros, com o que possam pensar e/ou dizer. É mesmo por nem sempre me sentir bem comigo própria...Mulheres, que é que se pode fazer :) Mas nada que não se resolva...
Trata de gostar de ti, porque se não gostares, quem gostará?! :) E não só, essa insegurança, por muito que tentemos, acaba sempre por transparecer para os outros, o que não é nada bom!
Beijinho

Sílvia: Tu falas, falas, mas és como eu pah! :)
Pois, realmente esqueci-me de referir os magrinhos, mas quando falei em descriminação referia-me a qualquer tipo, independentemente do motivo.
E agora passo eu a citar-te " o ser humano é mesmo assim, estúpido" e com isto disseste tudo :)
Cria tantos complexos e problemas onde nem existem e para quê? Para deixarem de viver a aproveitar a vida como seria esperado...
Sílvia Maria disse…
Ah pô!!! É benhe!
De que vale é que somos duas gajas muuuiiita boas e estamos à vontade! E ai de quem rir!!
Dexter disse…
Pois...ainda hoje a boss n foi, e como hj é dia de casual friday (este conceito que é do mais ridículo possível) eu e outro advogados fomos de ténis, calças de ganga e casaquinho de cabedal...mainada!!
Elisabete disse…
Dexter: Como se costuma dizer, patrão fora feriado na loja (acho eu que é assim)!
Suponho que esse conceito do "casual friday", poderia ter sido "casual monday" caso a boss não fosse na segunda certo?! :)

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos