Lembranças (nem sempre boas)

Tenho o velho hábito (ou não) de associar uma música a determinados momentos ou pessoas... O mal é que geralmente ficam associadas a momentos menos bons e depois não consigo fazer com que essa associação se perca...
Fico triste, principalmente quando gosto das músicas em questão!

Mas é inevitável, por muito que tente, sempre que as ouço, vêm juntas as lembranças...

Boas ou más, são recordações que ficam, independentemente da música que lhes associo! Às vezes fico é a pensar que não estão guardadas da forma como gostaria e esse sim, é que me parece o maior problema...

Comentários

Anónima disse…
Eu também faço isso. Associar músicas a pessoas, locais ou momentos que vivi. Ou quando vou a um sítio lembrar-me de com quem estava, do que falava. Por vezes fica-nos na memória coisas tão tolas lool. Mas é assim, o nosso cerebro faz associações.

Abraços
Rita Moura disse…
Com o passar do tempo, vamos relativizando os maus momentos associados às musicas que gostamos... Havia uma música que me fazia tremer da cabeça aos pés, que me fazia soltar sempre uma lágrima... mas o tempo cura tudo! ; ) ***
Carla disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Carla disse…
Ola Elisabete, nossa parece q este post foi escrito pra mim, sou assim também adoro musica e sempre associo elas com todas as situações da vida, não só as más... adorei seu blog, ja sou seguidora.

Abs


Carla
Giuseppe disse…
Quem escreve as músicas sabe o que faz :)

E há algumas que pela mensagem que transmitem conseguem andar muito tempo na nossa cabeça, mas depois invertem-se papéis e passa-se a ouvir a mesma música de outra forma.

Pergunto-me eu, quem já não terá associado e "desassociado" esta música a alguém?

http://www.youtube.com/watch?v=yhh_D9e5TaA
*IzzY_MeL* disse…
eu tambem faço isso de associar.. as vezes calhar recordar coisas que não queremos.. mas não dá para evitar!
beijinho
Fatucha disse…
Elisabete, digo-te sinceramente, que qdo leio o que escreves, é como se fosse eu a senti-lo...e já vi que estamos unidas no mesmo gosto do "we can do anything" ;) beijinhos
Joaquim Lucas disse…
A música é indissociável da vida. E do amoe, em particular. Por vezes, quando quero reviver um pouco o passado, ouço as músicas que me transportam para esses tempos e para outros amores. Um beijo.
Elisabete, acho que é assim mesmo. Toda vez que ouço uma música que gosto me lembro de uma situação marcada por ela. Geralmente são boas, contudo reparei que se as situações são ruins, acabo por não mais gostar de ouvir a música. Adorei sua postagem. Me fez refletir. Nunca tinha pensado nisso.
Beijinhos com muito carinho e com sabor de boas lembranças. Manoel.
Elisabete disse…
Anónima: É verdade, realmente fica-nos cada coisa na memória!

Rita Moura: Não chego a tremer, mas já chorei algumas vezes... É ai que me apercebo como sou lamechas às vezes!

Carla: Obrigada, também já sou seguidora do teu :)

Beijinhos, volta sempre

Giuseppe: Boa observação! Essa dá para associar a muita gente, conforme os casos claro.

Izzy mel: É mesmo como dizes, não se consegue mesmo evitar!
Beijinhos

Fatucha: Eu disse-te no teu blog, é a música que toca aqui pelo canto no momento :)

Joaquim Lucas: É verdade, a música comigo funciona como que um motor de partida para sonhar...é sempre garantido!
Bjs

Manuel: Mesmo que as memórias que tenho não sejam as melhores, há músicas que é impossível deixar de gostar, há outras que simplesmente deixo de ouvir para evitar determinadas memórias...
Obrigada pelo comentário.
Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos