Estranho lugar para amar



Este foi o livro que me acompanhou nas minhas férias. Ofereci-o ao meu pai há já uns anos e nunca me tinha dado para o ler, nem sei bem porquê, nunca calhou provavelmente. Mas devo dizer que me surpreendeu pela positiva. 
Na altura comprei-o por me ter chamado à atenção o facto de ser um livro baseado numa história verídica e também porque não conhecia a escrita deste autora.  Li-o num instantinho e tive até mesmo que me obrigar a parar de ler, para o fazer render até ao final das férias. 

Deixo a sipnose do livro, retirada do Wook:

Estranho lugar para amar é um romance inspirado numa história verdadeira que nos transporta para um mundo de mistérios e dessa coisa estranha, o amor, carregada de futuro.
No concelho de Figueira de Castelo Rodrigo ficava a aldeia do Colmeal, um povoado com 14 famílias de origens antigas. O fado da aldeia ficou ditado no início da década de 40 com a chegada de uma nova proprietária. As disputas entre a enigmática fidalga e os camponeses desencadeiam o processo de expulsão violenta de todos os habitantes, processo que consta até hoje como uma das páginas mais negras do período da ditadura portuguesa.
Mas esta história é também sobre o Sítio que ficava para lá do monte, para lá do bosque, para lá de todos os caminhos… Entre o mistério da aldeia e os segredos do Sítio, o amor e o ódio determinam o destino de vidas e de lugares.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os melhores queijos frescos